Trombudo Central

Cidade tipicamente europeia, mantém raízes culturais alemãs e italianas através dos clubes de Caça e Tiro e Bolão,
dos grupos folclóricos, da comida típica colonial e pelo artesanato diversificado.

As casas antigas, muitas em estilo enxaimel, retratam a colonização germânica. Traços de um passado de prosperidade resistem ao tempo como as chaminés da antiga Indústria Lorenz e Indústria Franz, as estações ferroviárias de carga e passageiros da Antiga Estrada de Ferro Santa Catarina e o viaduto, cujo leito cortava a cidade até a localidade de São João. O trajeto foi realizado apenas pelo período de três meses.

As características arquitetônicas das Igrejas Evangélica e Matriz Cristo Rei, apresentam relevância, sendo que a última possui belos afrescos de um artista italiano, cujo altar-mor é obra monumental. Merecem destaque as tradicionais festas religiosas como a de Santo Antônio, a da Colheita e a da Igreja Cristo Rei.

Em Trombudo Central concentra-se a maior quantidade de pedra ardósia de Santa Catarina, as imensas jazidas já se tornaram uma grande atração ao público, além de permitirem a extração de ardósia com características e resistência únicas no mundo.

Confira alguns do atrativos que valem a visita:

Estação de Passageiros da EFSC

Estação de Passageiros da EFSC- Bracatinga.- Construída em 1956.

Igreja Cristo Rei

Igreja Cristo Rei. Construída em 1957.

Igreja Evangélica Luterana

Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil- Cidade Alta.

Um pouco de história

Em 1904 alemães e italianos chegaram em Trombudo Central. No início, as famílias encontraram inúmeras dificuldades, precisavam abrir picadas na mata para chegarem a seus lotes. Inicialmente as terras do local pertenciam ao município de Porto Belo, depois a Blumenau e em 1933 Trombudo Central tornou-se distrito de Rio do Sul. A emancipação política se deu em 1958.

O município se desenvolvia com o trabalho empregado cada vez mais intenso pelos seus habitantes, sendo que isto foi reconhecido pelo governo do município de Rio do Sul que a 29 de abril de 1957, pela resolução nº 29 criou o município de Trombudo Central e instalado o mesmo em 22 de julho de 1958. O município tomou o nome do rio que o banha. A procedência do nome “trombudo” tem várias versões. A primeira delas julgamos a mais aceitável, da como origem o seguinte fato: em certas épocas do ano principalmente no verão é comum chover na serra, onde o rio tem suas nascentes.

Como se verifica idêntico fenômeno no restante do curso, que é exatamente o mais habitado, causa estranheza aos moradores dos vales a inesperada enchente do rio, que de um momento para outro sem causa aparente se transforma em impetuosa torrente ou “tromba d’água”. Outras versões dão ainda como origem da denominação do município a grande de antas (tapirus americanus), que existia antigamente e, ainda, aos meados do rio em forma de tromba.

Principais distâncias e como chegar
Rio do Sul: 23 km
Florianópolis: 213 km
Porto Alegre: 414 km
Curitiba: 314 km
São Paulo: 710 km
Brasília: 1.691 km
Contato e informações turísticas
Prefeitura Municipal de Trombudo Central
Fone: (47) 3544-0271
turismo@trombudocentral.sc.gov.br

CONTATO